Seguidores

sexta-feira, 16 de março de 2012

Omelete de fiambre de peru com tomate e queijo

 

Os ovos são um alimento muito versátil, podem-se usar em inúmeros pratos, tanto doces como salgados. Gosto bastante de ovos, mas como já referi, só compro dos biológicos, são mais caros, mas têm outra qualidade. As galinhas andam ao ar livre, e têm uma alimentação mais natural, logo os ovos são melhores e têm mais beneficios para a nossa saúde.
O marido gosta muito de omeletes, portanto sei imensas receitas que irei postar mais adiante.
Esta estava muito boa.

Ingredientes:

4 ovos
1 tomate pequeno
2 fatias grossasde fiambre de peru ou 5 finas
1 colher de sopa rasa de farinha
queijo ralado
1 noz de manteiga
1colher de café de azeite
salsa picada
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Bater os ovos manualmente durante alguns minutos até ficarem com algumas bolhinhas, como uma espuma. Juntar a farinha mexendo bem para lhe dar alguma consistência,assim não se parte facilmente.
Juntar o tomate picado, a salsa, o sal e a pimenta. Reservar.
Numa frigideira média colocar a manteiga e o azeite fazendo com que todo o fundo fique bem untado. Assim que aquecer juntar a mistura. Dispor as fatias do fiambre espalhadas por cima e queijo ralado a gosto.
Deixar cozinhar em lume brando. quando a omelete por cima estiver cozida, dobrá-la com uma espátula, pressioná-la um pouco contra a frigideira, mas com cuidado para não a partir nem esmagar. Colocá-la num prato e servir. Acompanhei com uma salada de tomate, alface e cebola.

Bom apetite!

quinta-feira, 15 de março de 2012

Açucareiro reutilizado



A minha cunhada ia deitar ao lixo  dois recipientes como este, penso que são açucareiros, um com tampa e o outro sem.
Eu claro que não deixei, e decidi transformar um em objecto de decoração para colocar no meu quarto. O outro ainda não decidi que utilização lhe vou dar.


há imenso tempo que tinha umas flores de madeira com o pé em metal
 foi só cortar e espetá-las numa esponja que coloquei dentro da jarra
 e assim ficou o arranjo
custo=zero uma vez que já tinha tudo 

Espécie de jardineira com lentilhas




Tinha no congelador uns pedaços de carne de vaca cozida, que tinha colocado a descongelar para estufar. Normalmente cozo a carne e divido em 2 ou 3 para aqueles dias em que não tenho muito tempo para cozinhar. Uma parte corto aos bocadinhos, para estrogonof ou jardineira, ou para um arroz ou massa, depois o resto corto maior como para estufar ou levar ao forno, normalmente congelo com um pouco da água de cozedura.
Estavam descongelados, mas apeteceu-me fazer uma espécie de jardineira, deixei os pedaços assim mesmo, e juntei lentilhas em vez de ervilhas.

Aprovado!

Ingredientes:

200 g de carne de vaca para cozer  aos bocadinhos(usei já cozida)
rodelas de chouriço q.b. (usei chouriço picante e doce tipico espanhol)
1 cenoura ás rodelas grossas
batatas aos cubos
1 cebola
1 dente de alho
3 colheres de sopa de polpa de tomate
1 copo de vinho branco
lentilhas( usei já cozidas, que tinha congelado)
salsa, folha e talos
1 folha de louro
cebolinho
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.

Preparação:

Refogar a cebola aos bocados no azeite, depois quando estiver translúcida acrescentar o alho picado, deixar refogar um pouco e acrescentar o chouriço ás rodelas. Deixar largar um pouco a sua gordura, colocar a carne e ir mexendo.
Refrescar com o vinho, juntar a polpa de tomate, o louro, sal, pimenta.
Deixar evaporar o alcool.
Acrescentar um pouco de água e deixar cozer  a carne. Depois juntar a cenoura, e passado uns 4 minutos as batatas.
Deixar cozer bem. Desligar o lume, juntar a salsa picada e o cebolinho. Rectificar temperos, colocar o testo e deixar descansar uns minutos antes de servir.



Bom apetite!

quarta-feira, 14 de março de 2012

Sobre economizar nas compras




Muito tenho ouvido e lido sobre economizar nas compras de produtos alimentares. Sendo eu própria uma grande adepta de promoções, descontos e de poupar dinheiro, não posso deixar de comentar esta nova tendência.
É pena muitas pessoas só se lembrarem de economizar nesta altura de crise. Eu saí de casa com 21 anos, vivi sozinha durante algum tempo, e desde aí que aprendi a gerir o orçamento doméstico, e mesmo quando tive um emprego que me permitia gastar mais no supermercado, continuei a fazer o que sempre fiz, que foi, não gastar mal gasto.
Por vezes quando frequentava, a casa de amigos, reparava, que muitos compravam tudo sem olhar ao preços, e por vezes quantidades industriais de produtos que acabavam por ir para o lixo devido ao prazo de validade que acabava. E marcas brancas nem vê-las!
Já há muitos anos, que uso marcas brancas ou mais baratas nomeadamente em:

-detergentes para a roupa
-produtos de limpeza
-massas e arroz
-açucar
-café soluvel
-enlatados
-legumes congelados e secos
-conservas
 -laticinios
-especiarias
- etc...

Fui experimentando algumas marcas até encontrar aquelas com melhor relação de qualidade/preço.
Em relação aos ovos, carne e legumes, sou bastante mais selectiva. Só compro ovos biológicos, a carne nem sempre o mais barato compensa, se possivel compro biológico também. Não me interessa nada comprar carne super barata, mas de animais criados á base de farinhas de engorda, hormonas e todo o tipo de medicamentos e que são fechados ao monte muitas vezes sem verem a luz do dia. Todos os animais mesmo os de criação devem ter uma vida feliz, tranquila. Devem viver e morrer com dignidade, para já não falar que a qualidade da carne é muito superior, logo muito mais saudável. Não adianta poupar, a comprar do mais barato, se depois nos vai sair caro na saúde. É preferível reduzir o consumo de carne (o que eu aconselho) e aumentar por exemplo o consumo de leguminosas, que também têm proteinas.
 Peixe não compro de viveiro. Vi num programa de televisão que por exemplo o salmão criado em viveiro, é branco, não possui a sua cor porque não entra em contacto com as algas e todos os alimentos que encontra no seu habitat natural que lhe permitem ter aquele sabor, aquela firmeza e a sua cor brilhante... Não. Em viveiro, a côr é escolhida por um catálogo com vários tons de salmão e depois essa tinta é-lhes dada a beber, para a sua carne ficar com a côr que devia ter naturalmente.
É mais barato? É. Compensa? Não!

Portanto poupar não é só na carteira, mas também na saúde!

segunda-feira, 12 de março de 2012

Dica Semanal

Remover manchas de vinho tinto

imagem retirada da internet

Uma forma fácil de remover as manchas de vinho, é mal entorne o vinho na roupa ou numa toalha, pode removê-lo com vinho branco ou com espuma de barbear que é um óptimo removedor de manchas.


Bom início de semana!